segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

O Motivo de eu ter um blog

Esses dias eu estava relembrando o porquê eu tenho um blog. É que as vezes é tão rotineiro de acessar o blog, configurar, ver os acessos, responder os comentários, filmar a Maggie pro canal, fazer montagem e etc.
E nisso tudo a gente acaba esquecendo de tudo, o início da trajetória. Eu nunca achei que iria conseguir escrever sobre isso um dia, tirando de quando coloquei tudo para fora no meu diário. Mas enfim acho que estou pronta para falar sobre isso.
Eu sei sou sensível para caramba, mesmo me mantendo com várias camadas. Mas tem coisa que importa muito para mim. E o blog é uma parte de mim. Sabe é como uma horcrux( Não gente não matei ninguém, ah  aranhas, formigas e baratas não  conta para dividir a alma né ), voltando ao foco :P, uma vez escrevi aqui no blog sobre a importância de encontrar algo que mantém vivo. (Caso queira ler clique aqui ) E o blog é algo que me mantém viva sim.As pessoas podem achar bobo esse tipo de comentário mas é real.
Espero que eu escreva isso sem chorar ( o que é difícil na maior parte do tempo) , tudo começou em 2010, minha primeira recaída, minha primeira depressão, bom eu era apenas uma garota com 20 anos indo para meus 21 anos,  aquela felicidade de completar 21 anos de idade sabe, tipo finalmente irei poder doar meus órgãos huahuahua.
Mas meus tão esperados 21 anos não foram tão felizes assim. Lembro como ontem ainda, em fevereiro eu tive uma crise muito forte. Eu não aguentei, foi forte demais , as coisas que eu vi,  que eu escutei não foram legais. Foi tão forte para mim que eu fiz algo que não foi legal cmg mesmo,  acho que muita gente já ouviu falar sobre a síndrome de bordeline, e eu naquele dia descobri que eu sofro desse mal. E aqueles machucados que eu causei em mim foram fortes e eu acabei perdendo a respiração de tão nervosa que fiquei, e nessa de perder o ar eu deitei e fiquei horas "apagada" mas aí quando acordei me senti diferente.
Foi nessa época que eu mudei, mudei de verdade,mudei meu estilo, meu modo de pensar.Mas quando acordei por me senti diferente fiquei até com vergonha de mim,vergonha do que eu fiz comigo, das minhas atitudes, e eu queria me esconder,mas eu pensei que não poderia dar um fim em mim, que eu ainda tinha sonhos para concluir,coisas para realizar, e eu precisava ficar viva para isso e eu gostava de artes de escrever, mas tinha medo de descobrissem quem eu era e sabia que a internet poderia me ajudar e eu resolvi juntar as artes, a vontade de escrever na internet de uma forma oculta, usei por muito tempo o apelido "gothic girl" pois tinha despertado meu lado sombrio.
Fiquei  em depressão acho de fevereiro até dezembro cada época que passava achava que nada poderia ser pior. Mas meu ponto chave foi quando no final do ano passei por um trauma horrível, no dia 15 de dezembro de 2010, eu sofri um assalto,um golpe na verdade enquanto eu trabalhava, no banco estava fazendo depósito do escritório em qual trabalhava e duas mulheres colocaram no meu organismo um tipo daqueles produtos de "boa noite Cinderela " e eu desmaiei,  levaram minhas coisas, o dinheiro do escritório,  eu tava perdida, não sabia o que fazer, fiquei com medo de ligar para minha mãe e ela me dá bronca porque não prestei atenção na rua, nas pessoas, fiquei com medo de assustar -la , tipo imagina você tá de boas em casa e recebe uma ligação de que sua filha foi assaltada ? Assustador ne. Mas eu tive que fazer isso. E ela veio me ajudar no centro do Guarujá e fiz todos os procedimentos e etc na delegacia.
Fiquei traumatizada e nem queria mais sair de casa, comecei a contrair doenças( Ativou minha síndrome do panico e meu transtorno de ansiedade saiu do armário), além de estar em depressão,  e eu fui várias vezes no hospital vomitando sangue,  eu achei que não iria sobreviver, toda semana vomitando sangue né. Mas eu fui forte. Mesmo não querendo mais viver.
Mas aí eu lembrei do blog, dos meus sonhos, objetivos.Só que a essa altura do campeonato eu ainda estava mantendo minha identidade oculta, eu não tinha vergonha de lerem o que eu escrevia e sim tinha vergonha de ninguém ler o que escrevo. Porque não seria fácil para mim escrever para o nada sabe. É deprimente,escrever para o vazio.Mas ai eu resolvi arriscar e ver o que dava e assumir minha identidade. E mudei até o "ambiente" e havia dado certo quando um menino comentou falando que uma postagem sobre meio ambiente ajudou no trabalho da escola dele. Nossa aquilo foi muito S2.E eu comecei a mudar minha estrutura de escrever, e resolvi escrever sobre coisas que poderiam incentivar as pessoas. Dividir experiencias , pois as vezes uma situação que você passou e soube lidar pode ajudar alguém com situação parecida.

Enfim a cada momento que eu penso em desistir, porque conta da depressão que eu sinto, eu preciso lembrar do meu blog, lembrar que é um pedacinho de mim que me mantém viva,minha horcrux, as vezes penso simplesmente em deletar-lo e dá o fim em tudo. Mas as vezes vejo comentários muito fofos que fazem continuar.
Cada comentário, cada visualização,cada curtida na postagem, cada curtida na página, seguidor no canal, fazem uma diferença enorme para mim. Me traz uma sensação de felicidade no meu coração que continua fazendo eu respirar.
Obrigada a cada leitura, a cada leitor por está acompanhando meu blog. 
E sim eu chorei ao final desse texto, porque tocar no assunto não foi fácil, mas fico feliz que minha depressão tenha causado algo bom em mim e que me manteve viva até hoje.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela Visita..